Formiga ANDE BRASIL

OAB - ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL


Os direitos dos brasileiros são criados pelos legisladores e distribuídos conforme os poderes sobre as coisas, e esses poderes são conflitantes e bem diferenciados de pessoa para pessoa, de classe social alta para classes sociais baixa e média, de entidade para entidade, de grupo para grupo, de comunidade para comunidade. Por essa razão, a ética reflete o respeito com as responsabilidades sociais e é também produto de lutas e conflitos entre os homens e os grupos de entidades. É justamente a questão central onde advogado faz o papel de mensageiro e de representante jurídico da vontade dos cidadãos na esteira da lei.

Nesta direção, existe um grande esforço ético político dos advogados, que precisam se unir, para não perderem a utopia de meros sonhos de serem realizados democraticamente através de representantes que façam uma contraprestação com os advogados eleitores que elegem os presidentes pelo país a fora para defender e proteger o advogado dentro das suas prerrogativas. Os advogados têm que ser defendidos e não ofendidos, o que ocorre quando, literalmente, são representados na O.A.B, antes de terem pelo menos a chance de se defender daquilo que estão sendo acusados.

Importantes aspectos que devem ser analisados por todos os advogados do Brasil:

  1. A importância desta união de advogados que promove a ANDE BRASIL com objetivo de fortalecer os representantes políticos dos advogados deste país nas câmaras estaduais e federais, assim como no Congresso Nacional para criação de leis onde se estabeleça no próprio artigo os valores de danos morais para serem aplicados nas sentenças de forma estrutural sem que interfira o livre convencimento do juiz;

  2. A criação de uma lei em que o Juiz de direito possa citar a parte que esteja presente em audiência por uma simples petição de um advogado que atua em outro processo e não consegue encontrá-lo pelo fato do mesmo não ter endereço certo ou que esteja se esquivando dos oficiais de justiça.

  3. A criação de uma lei em que todo aquele que deseja se tornar juiz de direito tenha no mínimo cinco anos de experiência como advogado atuante e a comprovação de um número expressivo de processo na área em que ele possa atuar.

  4. O fim dos estágios praticados isoladamente pelos estagiários nos tribunais, com o dever de praticar o direito sempre ao lado de um advogado por um período mínimo de três anos, praticando e aplicando o direito de forma consciente, podendo participar e fazer audiências ao lado dos advogados, despachar com Juízes, fazer sustentações orais, e por fim ser reconhecido o estágio, não mais pelas faculdades de direito, e sim, pelo advogado com inscrição mínima de 5 anos na OAB/RJ.

  5. Dar a chance aos bacharéis de direito de continuar sendo estagiários por tempo indeterminado.

Futuras solicitações são alvos dos advogados eleitores para eleger seus presidentes:


  1. Mais consciência de liberdade em receber o advogado sem que os secretários de juízes de direito criem dificuldades ao acesso livre e direto aos magistrados;

  2. As dificuldades que os advogados têm em acelerar o processo que levam meses parados sem que alguém grite pela dor da injustiça causada e pela morosidade, levando estrago na vida de pessoas inocentes e denegrindo a imagem do advogado, por pensarem que a culpa é dele;

  3. O medo que o advogado tem de ser oficiado por um Juiz à Ordem dos Advogados do Brasil e de ser punido por tentar em audiência impor com detalhes o direito do seu cliente;

  4. O grito de liberdade do advogado que precisa ser dado dentro do Poder Judiciário quando se sente lesado dentro das suas prerrogativas;

  5. A livre propaganda dos serviços advocatícios por todos os meios de comunicação, como é feito nos Estados Unidos.

  6. A isenção de impostos para os advogados que defendem a justiça e sofrem para receber seus honorários que levam anos dentro do Poder Judiciário causando ainda dificuldade financeira na vida do profissional que recebe indenizações desestimulantes para seguir nesta luta do direito.


“Conheça a página do seu presidente da Seccional ou Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil”

ANDE BRASIL NA LUTA DE UM PAÍS COM MAIS TRANSPARÊNCIA


Dr. Anibal Marques Ferreira
Presidente da Associação Nacional e Defesa do Eleitor









ANDE BRASIL Copyrigh © 2009 - 2018 Todos os direitos reservados.